Caso Gefferson: delegado de SE assume presidência de comissão da SSP

0
A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado de Sergipe no dia 28 de maio (Foto: arquivo/ SSP)

O delegado da Polícia Civil de Sergipe, Osvaldo Resende, foi nomeado pelo Secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy, para presidir a Comissão Permanente de Avaliação e Alienação de Bens em Sergipe, ligada à SSP.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado de Sergipe no dia 28 de maio. Osvaldo e mais dois policiais são acusados de envolvimento na morte do empresário Gefferson Moura, de 32 anos, durante uma operação policial na Paraíba.

Em nota, a SSP explica que o delegado Osvaldo Resende foi nomeado em uma comissão, sem qualquer tipo de remuneração extra, cujo objetivo é recadastrar bens apreendidos em razão da prática do crime de tráfico de drogas e que se encontram em depósitos e pátios.

“Essa comissão, criada também em todas as unidades da Federação, serve para subsidiar um projeto nacional para que estes bens sejam leiloados. Atualmente, o delegado Osvaldo Resende está atuando administrativamente na Superintendência da Polícia Civil, não vinculado à atividade operacional”, destaca órgão de Segurança Pública.

Ainda segundo a SSP, Osvaldo tem experiência para lidar com o tema e ajudar no processo de cadastramentos destes bens. “O projeto permitirá conferir maior agilidade na venda dos bens por meio de leilões, transformando-os em recursos para aplicação em políticas públicas sobre drogas”, argumenta.

Por fim, a SSP ressalta que para esta função, da qual já havia participado anteriormente, Osvaldo Resende foi treinado e capacitado pela Secretaria Nacional da Segurança Pública. “A comissão não remunerada é composta por dois delegados e três agentes da Polícia Civil”, finaliza a nota.

por João Paulo Schneider 

Com informações da SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais