Adrianinho é absolvido de dois crimes

0

Adriano foi considerado inocente do assassinato do vigilante em Itabaiana(Foto: Arquivo Infonet)

O julgamento de Adriano de Jesus Santos, o “Adrianinho”, acusado de homicídio, que teve início na manhã dessa quinta-feira, 2, na sede do Ministério Público do Estadual na comarca de Itabaiana, terminou com a absolvição do réu.

De acordo com informações do Juiz José Marcelo Barreto Pimenta, a maioria dos jurados consideraram Adriano inocente dos dois crimes: homicídio qualificado e roubo.

‘Adrianinho’ era acusado de matar um vigilante junto com o comparsa, Manoel Messias, que está foragido. Os dois teriam assassinado Reginaldo Bispo dos Santos e roubado uma moto para fugir daquela cidade.

Condenado

Em 23 de abril de 2009, Adriano já havia sido condenado a 19 anos e seis meses pelo assassinato de uma mulher, em 2004. Na ocasião, Adriano foi preso no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), e acabou fugindo vestido de mulher.

Em 26 de março de 2009 o réu foi capturado município de Chorrochó, na Bahia, momento em que entrava em um posto de saúde da cidade. Após a prisão, Adrianinho foi conduzido mais uma vez ao Copecam. Ele ainda é acusado de ter cometido dez homicídios.

Por Alcione Martins e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais