Agentes do Cenam entram em greve a partir do dia 18

0

Agentes cruzam os braços após o Carnaval
Agentes de medidas sócio educativas do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam) decidiram em assembléia geral da categoria na manhã desta terça-feira, 9, cruzar os braços por tempo indeterminado a partir do próximo dia 18 de fevereiro.

De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Eziel Oliveira, os agentes estão reivindicando reajuste salarial de 47%.  “É bom deixar claro que estamos lutando por um aumento escalonado para 2010. Entraremos em greve na primeira quinta-feira depois do Carnaval”, esclarece.

Com a greve por tempo indeterminado, os agentes esperam fazer com que o Governo se sensibilize com a situação da categoria que luta pelo reajuste desde o ano passado. Segundo Eziel, o salário atual de um agente de segurança é de R$ 471, mais uma gratificação para quem trabalha com medida sócio-educativa, mas para a categoria gratificação não é salário.

Contraponto

De acordo com a secretária de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides), Luci Silva, que assumiu o cargo no dia 2 de fevereiro, a greve anunciada nesta terça, 9, não tem razão para acontecer. “A gente reconhece que o trabalho nas unidades de medidas socioeducativas, em especial o Cenam, não é fácil. Mas nós precisamos contar mais uma vez com o comprometimento de todos neste momento”, pediu a secretária.

“Estamos ajustando o trabalho da Seides em contato com outras pastas e, a partir da próxima semana, vamos intensificar nossa agenda externa. Conforme eu já havia dito ao presidente do Sindicato de modo informal, receber a categoria é uma prioridade. Uma greve só faz sentido quando se esgotam todas as possibilidades de negociação, o que não é o caso”, enfatizou Maria Luci, que deverá receber Sindicato de agentes na próxima semana para discutir as reivindicações da categoria. 

Segundo informações passadas pela assessoria de comunicação da Seides, o Governo do Estado deflagrou esta semana o processo de compra dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o trabalho diário dos agentes de medidas socioeducativas que atuam no Cenam. Além disso, começa nesta quarta-feira, 10, o início das obras de recuperação e reforma das alas do Centro. Juntos, os investimentos chegam a quase R$ 250 mil.

Obs: a matéria foi alterada às 19h10 para acréscimo de informação.

Comentários