Agentes e guardas terão acesso à ferramenta da SSP

0
Ferramenta disponibiliza dados de inquéritos, processos, armas de fogo, veículos, condutores, mandados de prisão, entre outros (Imagem: ASN)

Os agentes e guardas prisionais de Sergipe poderão cadastrar-se na Rede Infoseg, estratégia de integração das informações de segurança pública, justiça e fiscalização, que auxilia também a atividade de inteligência. A ferramenta interliga as bases federais e estaduais, consubstanciando-se em um Banco Nacional de Índices, que disponibiliza dados de inquéritos, processos, armas de fogo, veículos, condutores, mandados de prisão, entre outros, mantidos e administrados pelas Unidades da Federação e órgãos conveniados.

O acesso à Rede Infoseg foi autorizado pelo secretário de Justiça e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, que acatou a sugestão da Coordenadoria Geral do Subsistema de Inteligência e Segurança Pública (Cogesisp). Para o agente penitenciário Manoel Lúcio Neto, que está lotado na Cogesisp e propôs o cadastro dos profissionais da rede prisional na Infoseg, esta rede é muito importante para os operadores de segurança pública.

Para ter o nome incluso na Rede Infoseg é necessário que os profissionais integrem o Sistema Nacional de Segurança Pública (Sinesp), cujo pré-cadastramento é feito no próprio portal. Depois, caberá a Corregedoria da Sejuc definir quais pessoas terão acesso a Infoseg.

Infoseg

Lançada em 16 de dezembro de 2004, a Rede Infoseg consolida-se como o maior sistema de informações de segurança pública do país, buscando, em seu contínuo aperfeiçoamento, a integração e a interoperabilidade com os diversos sistemas e tecnologias no âmbito da segurança pública.

Fonte: ASN

Comentários