Ambulantes tentam permanecer na Rodovia dos Náufragos

0
Ambulantes mostram assinaturas que colheram com a população (Fotos: Portal Infonet)

Comerciantes da Rodovia dos Náufragos se reuniram, na manhã desta segunda-feira, 17, com dirigentes da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), para tentar resolver o impasse da instalação do comércio no local. A reportagem do Portal Infonet não foi liberada para acompanhar a reunião.

Morador vende há mais de 10 anos no local

No último dia 5 de dezembro, os vendedores foram notificados a retirar suas barracas e liberar área, mas eles não acataram a decisão e começaram a coletar assinaturas da população da área. Até o momento, mais de 500 pessoas apoiaram os ambulantes. “Estamos apavorados, porque essa é nossa única fonte de renda. É com ela que sustentamos nossa casa. Sem contar que o comércio é bom também para os moradores. Eles não querem que a gente saia de lá”, disse o comerciante Advaldo de Jesus Leite, que trabalha com frutas há mais de 10 anos no local.

Valmir Andrade, representante dos mais de 80 vendedores, diz que não aceita a saída. “Não iremos sair de lá, aceitamos até pagar taxas para usar a área, mas somos organizados e não aceitamos ir para outro local”, explicitou.

De acordo com os ambulantes, a Emurb continuou com a decisão de retirar o comércio do local. A empresa também teria dito que poderá realocar os vendedores em um outro terreno e agendou uma nova reunião para janeiro de 2019.

A Emurb informou que foi estabelecido um prazo até o dia 7 de janeiro para que o problema seja resolvido e que “disponibilizou espaços em feiras livres para que os ambulantes se instalassem, o que não foi aceito pelos comerciantes”. A Emurb ainda “esclarece que a área é ocupada de forma irregular, desrespeitando o Código de Obras, Lei nº 13 de 3 de junho de 1966, em seu item XIII.3. A desocupação da via pública tem o objetivo de proteger o patrimônio público e a segurança dos transeuntes, em especial, os pedestres que utilizam aquela faixa para deslocamento”, disse em nota.

por Jéssica França

A matéria foi alterada às 14h50 do dia 17/12 para acréscimo de nota da Emurb
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais