Animais marinhos resgatados recebem atendimentos da FMA

0
Os animais, trazidos pela equipe do IBAMA/CETAS – Alagoas, estão se recuperando bem (Foto: FMA)

O Centro de Reabilitação e Despetrolização de Fauna da Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA), localizado em Sergipe, está com três pacientes em processo de reabilitação. São aves marinhas que foram encontradas encalhadas no litoral de Alagoas e que deram entrada na unidade da FMA entre os dias 30 de abril e 12 de maio. Os animais, trazidos pela equipe do IBAMA/CETAS – Alagoas, estão se recuperando bem.

No dia 30 de abril, chegaram as duas primeiras aves, ambas pertencentes à família Sulidae: um Atobá-grande  (Sula dactylatra) juvenil, que encalhou na Praia Patacho no dia 03 de abril, próximo a Porto de Pedras (AL), com indícios de fratura na asa esquerda; um Atobá-de-pé-vermelho (Sula sula) adulto, encontrado encalhado no dia 11 de novembro de 2019, na Praia do Gunga (AL), vítima da mancha de óleo que invadiu o Nordeste, sem indícios de problemas externos, porém com dificuldade para se alimentar voluntariamente. E no dia 12 de maio, chegou mais um atobá-grande juvenil, que foi encontrado no dia 06 de maio, na Praia de Pajuçara, Maceió (AL). As duas primeiras aves tiveram tratamento inicial no Instituto Biota e a terceira foi acompanhada inicialmente no Centro de Triagem de Animais Silvestres do IBAMA-AL antes de serem encaminhadas ao Centro de Reabilitação da FMA.

Assim que chegaram ao Centro de Reabilitação da FMA, as aves passaram por avaliações clínicas e comportamentais e foram submetidas a coletas de sangue e exames radiográficos para uma avaliação mais detalhada. As aves estão sendo acompanhadas diariamente, tendo uma alimentação equilibrada e já apresentam uma evolução positiva no quadro clínico. Estes animais continuarão sendo acompanhados pela equipe técnica (médicos veterinários e biólogos) até estarem aptos para retornar à natureza.

O Centro de Reabilitação e Despetrolização de Fauna da Fundação Mamíferos Aquáticos está funcionando em regime especial, respeitando as orientações dos órgãos de saúde, e atendendo casos de emergência de encalhes de animais marinhos (tartarugas, aves e mamíferos aquáticos). Caso encontre um animal encalhado vivo no litoral de Sergipe, ligue: (79) 99130-0016.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

Comentários