Apagão de 4 horas deixa 18 cidades de Sergipe às escuras

0
(Foto: Leonardo Dias/Portal Infonet)

Dezoito municípios sergipanos ficaram sem energia no início da noite de quarta-feira, 9. O apagão durou em algumas cidades cerca de quatro horas e causou apreensão aos moradores que temiam pela ação de criminosos. Às escuras, ruas ficaram desertas e a população se trancou nas residências.

De acordo com a assessoria de comunicação da Energisa, empresa geradora da distribuição elétrica no Estado, o problema foi iniciado às 18h13, em dezoito municípios da região Agreste do Estado, são eles: Campo do Brito, Frei Paulo, Itabaiana, São Domingos, Gararu, Cumbe, Feira Nova, Monte Alegre, Nossa Senhora de Aparecida, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Dores, Porto da Folha, Poço Redondo, São Miguel do Aleixo, Carira, Pedra Mole, Pinhão e Ribeirópolis.

Em entrevista ao Portal Infonet, o morador e empresário de Campo do Brito, município distante 64 km de Arcaju, William Vinícius, disse que muitos moradores se trancaram no início da noite com medo de assaltos. “É complicado, faltou energia geral e a gente sabe que em município do interior a segurança é mínima. Ficamos receosos, inseguros, assim que faltou energia, a população se trancou, porque a cidade já tem um histórico de arrastões, chegamos a ter três no ano passado”, relata.

A mesma situação foi vivida em Ribeirópolis, município distante 75 km da capital. “Fazia tempo que aqui não faltava energia. Na hora levei um susto e me tranquei”, conta o vigilante Fhernando Santana.

Energisa

Segundo a assessoria de comunicação da Energisa, o apagão foi ocasionando devido a ocorrência de um problema técnico na Subestação da empresa localizada em Frei Paulo, cuja causa está sob investigação e análise.

Ainda segundo a empresa, em 30 minutos após o apagão, 72% dos clientes tiveram o fornecimento restabelecido. E, em até 4 horas, os 28% restantes foram, gradativamente, normalizados.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais