Aplicativos trazem praticidade às tarefas do dia a dia

0
Uso de apps no mundo cresceu  115% somente em 2013 (Foto: divulgação)

O mercado está em expansão e os aplicativos são milhares e com as mais diversas finalidades: ajudam na dieta, nas finanças, nas atividades físicas, no trânsito, na locomoção, nos serviços de localização, serviços financeiros, na tradução, edição de fotos e até na paquera. Eles surgiram para facilitar nossa vida e a cada dia conquistam novos usuários. Somente em 2013, segundo dados da empresa de análises, Flurry Analytics, em todo o mundo, houve um aumento de 115% no uso de apps.

A jornalista sergipana, Flávia Oliveira, atualmente mora em Sidney, metrópole mais populosa da Austrália. Ela conta que utiliza o aplicativo Transport Info para se locomover na cidade. “Comecei a usá-lo quando vim morar aqui em Sidney. Ele me ajuda diariamente a saber os horários de trem e ônibus, chegar no endereço corretamente e saber as melhores opções de transporte”, comenta.

Flávia destaca o Transport Info e o Foursquare

Ela também usa o Foursquare, que é um aplicativo no qual as pessoas podem compartilhar dicas, informações e opiniões sobre lugares. “Eu gosto muito de usar o foursquare que é um aplicativo de check in, muito legal para conhecer novos locais e compartilhar dicas. Com ele, consigo descobrir a opinião das pessoas sobre esses lugares”, conta.

A farmacêutica Dayanne Santana conta que utiliza dois aplicativos para auxiliá-la nas orientações aos pacientes acerca do modo de uso de cada medicamento. De acordo com ela, os apps Epocrates e o MedSus ajudam no momento da dispensação farmacêutica [quando o cliente recebe orientações sobre o produto que adquiriu].

“A partir do momento em que comecei a usar esses aplicativos pude diminuir o tempo decorrido para busca de informações necessárias no momento de dispensação farmacêutica ou até em consultas mais aprofundadas sobre medicamentos. Dessa forma os pacientes conseguem rapidamente conseguir informações necessárias sobre sua farmacoterapia e saúde. São ferramentas que facilitam e utilizam os atendimentos na área da saúde”, comenta.

Dayanne fala do ajuda dos aplicativos para os momentos de trabalho

Os aplicativos trouxeram diversas facilidades para a vida profissional e pessoal da pedagoga Manuela Costa, que destaca o whatsapp, o spotify e os apps de banco como os seus preferidos. “Os aplicativos de bancos são ótimos e ajudam muito porque não preciso ir ao cash para realizar alguns serviços. O Spotify uso pata baixar músicas e criar playlistas no meu celular. O whatsapp eu uso sempre para compartilhar informações com colegas de trabalho e manter a comunicação com amigos, já que muitas vezes o sinal da operadora está ruim e só conseguimos contato por mensagem”, detalha.

O analista de sistemas, Italo Santos, destaca que o aplicativo RealCalc tem se tornado popular entre profissionais e estudantes da área de exatas para a realização de cálculos. “Ele é uma calculadora científica que une a praticidade à funcionalidade. Na grande maioria das vezes, pode substituir as calculadoras científicas e agrada bastante”, revela.

Manuella diz qu o whatsapp e os apps de bancos são os seus preferidos

Ele ainda destaca o desempenho do Waze e Google Maps que têm sido muito usados recentemente para obter informações sobre o trânsito. “É muito comum ver as pessoas consultando como estão os engarrafamentos em alguns pontos da cidade, principalmente nos horários de pico. Dependendo disso, elas podem optar por mudar seu trajeto e ajudar a diminuir as filas de automóveis pela cidade, além de poupar seu tempo e sua paciência”, observa.

Pesquisa

Uma pesquisa da Opinion Box, em parceria com MOBILE TIME, trouxe a lista dos 20 aplicativos mais usados pelos internautas brasileiros e seus respectivos percentuais de penetração.

1) Whatsapp – 63%
2) Facebook – 60,5%
3) Instagram – 23,5%
4) Youtube – 17,9%
5) Gmail – 14,4%
6) Twitter – 13,3%
7) Skype – 10,3%
8) Google Maps – 10,9%
9) Banco do Brasil – 10,1%
10) Pou – 9,8%
11) Facebook Messenger – 8,4%
12) Viber – 7,7%
13) Google – 7,3%
14) Google Play – 7,2%
15) Waze – 6%
16) Itaú – 5,5%
17) Avast – 5%
18) Candy Crush – 4,6%
19) Bradesco – 4,3%
20) Foursquare – 3,5%

Por Verlane Estácio

Comentários