Após conversa com vereadores, ocupantes deixam prédio da CMA

0
O objetivo da ocupação era conseguir apoio dos vereadores de Aracaju (Foto: MLB)

Após conversa com uma comissão de vereadores no início da tarde desta quinta-feira, 13, as famílias da ocupação João Mulungu deixaram o prédio da Câmara de Vereadores de Aracaju (CMA), ocupado na manhã de hoje.

Alana Nascimento, representante do MLB, explica que foi iniciada uma conversa com os vereadores (Foto: MLB)

De acordo com Alana Nascimento, coordenadora nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), as famílias conseguiram abrir o canal de comunicação com os vereadores.

“Conseguimos o que a gente queria que era uma conversa com os vereadores. Vamos começar um diálogo sobre um projeto de lei de desapropriação do prédio da ocupação João Mulungu. Nós só sairemos do prédio ocupado há seis meses, quando as mais de 200 famílias tiverem moradia”, ressalta.

A CMA informou que ficou acertado com os ocupantes que o Pastor Diego vai apresentar a Comissão de Direitos Humanos da CMA, um requerimento para audiência pública, com a participação da Secretaria de Ação Social do município, para apresentar as reivindicações das famílias.

Entenda

Famílias da ocupação João Mulungu ocuparam o prédio da CMA, no Centro de Aracaju, na manhã de hoje, reivindicando uma reunião com a Mesa Diretora para pedir apoio dos vereadores, na garantia de moradia digna das mais de 200 famílias da ocupação João Mulungu.

A ocupação João Mulungu existe desde novembro de 2020 quando cerca de 200 famílias da capital e região metropolitana ocupam um prédio na Avenida Ivo do Prado, em Aracaju, que está sem uso há alguns anos. Os ocupantes cobram do poder público moradia digna.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais