Famílias da ocupação João Mulungu ocupam prédio da CMA

0
Famílias da ocupação João Mulungu ocupam prédio da CMA (Foto: CMA)

Famílias da ocupação João Mulungu ocuparam o prédio da Câmara de Vereadores de Aracaju (CMA) no Centro da capital, na manhã desta quinta-feira, 13. De acordo com os ocupantes, eles querem uma reunião com a Mesa Diretora da CMA, para discutir um Projeto de Lei que garanta a moradia das famílias no prédio que já ocupam desde novembro de 2020.

O presidente da CMA, vereador NItinho, está no local para conversar com os ocupantes (Foto: CMA)

“Nos estamos ocupando a Câmara de Vereadores exigindo uma conversa com a Mesa Diretora porque nós vamos protocolar um documento exigindo a desocupação do prédio ao qual os estamos morando há seis meses. Nós queremos o apoio dos vereadores para que esse Projeto de Lei passe na CMA”, diz Alana Nascimento, coordenadora nacional do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

Os ocupantes afirmam que querem garantir o direito à moradia das mais de 200 famílias da ocupação João Mulungu.  “Queremos que a Câmara de Vereadores nos ajude nesse processo burocrático de desocupação para que as famílias não sejam atingidas novamente com a reintegração de posse violenta que conseguimos derrubar com uma liminar”, informa.

Os vereadores Pastor Diego e Eduardo Lima também estão no local (Foto: CMA)

A porta-voz da CMA, Elis Moura, conta que uma comissão de vereadores, composta pelo presidente Nitinho, Pastor Diego e Eduardo Lima ,está no local negociando com os ocupantes.

Elis afirma que o movimento está acontecendo de forma pacífica até o momento, e que a presença da Guarda Municipal no local é natural por se tratar de um prédio público.

Relembre

Desde o dia 27 de novembro de 2020, cerca de 200 famílias da capital e região metropolitana ocupam um prédio na Avenida Ivo do Prado, em Aracaju, que está sem uso há alguns anos. De acordo com a coordenação do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), a ocupação é formada por famílias sem teto que estavam em situação de rua, morando de favor na casa de parentes, e que lutam por uma moradia digna.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais