Após feriadão, índice de isolamento social em Sergipe permanece baixo

0
Os demais municípios oscilaram entre muito baixo (índice menor que 50%), baixo (entre 50% e 59%) e regular (entre 60% e 69%) (Foto: Ascom/Fecomércio)

Iniciado na última sexta-feira, 22, o feriadão em Sergipe teve fim nesta última segunda-feira, 25, com o índice de isolamento social considerado muito baixo pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Segundo dados da SES, dos 75 municípios sergipanos, apenas sete atingiram um índice igual ou superior a 70%, o que é considerado ideal. São eles: Santa Rosa de Lima, Riachuelo, Amparo de São Francisco, Santana do São Francisco, Porto da Folha e Nossa Senhora das Dores.

Os demais municípios oscilaram entre muito baixo (índice menor que 50%), baixo (entre 50% e 59%) e regular (entre 60% e 69%). No primeiro dia do feriadão, ou seja, na última sexta-feira, 22, o índice de isolamento em Aracaju ficou em apenas 46%. Já no sábado, 23, houve um tímido aumento, registrando 47%. Ambos considerados muito baixo. A situação só melhorou neste último domingo, 25, quando o índice ficou em 52%, o que mesmo assim é classificado como baixo, já que o índice ideal é igual ou superior a 70%.

Antecipação dos feriados

O governador Belivaldo Chagas encaminhou à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), na terça-feira passada, 19, o projeto de Lei que antecipou o feriado de 8 de julho para esta última próxima sexta-feira, 22. O objetivo do governo do estado era aumentar o período de isolamento social, que em 43 dos 75 municípios sergipanos registram índices de isolamento muito baixo (inferior a 50%) ou baixo (entre 50% e 59%). Os índices muito aquém do esperado preocupam as autoridades de saúde que apontam crescimento contínuo do número de casos confirmados com a Covid-19, e consequentemente, impacto na taxa de ocupação de leitos por internamento.

A nível municipal, os vereadores da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) se reuniram, de forma on-line, durante a 24ª Sessão Extraordinária e aprovaram na quarta-feira passada, 20, o Projeto de Lei nº 66/2020, encaminhado pelo Executivo Municipal, antecipando o feriado de São João, dia 24 de junho, para 25 de maio. O intuito era o mesmo: aumentar a taxa de isolamento social.

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários