Atos de vandalismo afastam população da Praça dos Expedicionários

0
Esteves dos Santos que à noite o local recebe vários usuários de drogas

Inaugurada em novembro de 2017 pela Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a Praça dos Expedicionários, localizada no bairro Getúlio Vargas, no centro de Aracaju, passou por uma reforma que custou cerca de R$ 1 milhão, mas em menos de dois anos os vândalos tomaram conta e já destruíram os bancos, vasos de lixos, monumentos, calçada, além das pichações em toda parte.

O que era para ser lazer e diversão, se transformou em medo. A população teme em frequentar a praça no período noturno que é quando existe o maior número de usuários de droga no local. De acordo com o técnico em eletrotécnica, Esteves dos Santos, pelo dia ainda é possível sentar em um dos bancos da praça, mas a partir das 18h, já não é mais viável nem passar pelo local. “No início da manhã, pela tarde, é tranquilo ficar por aqui, sentar para conversar, mas à noite aqui fica cheio de usuários de drogas. Já presenciei pessoas pichando e quebrando banco, mas eu não posso chegar dizendo que o que eles estão fazendo é errado, pois eles podem ser agressivos comigo, isso é o papel da Guarda Municipal”, revela Esteves dos Santos.

Roberto de Sousa conta que os vândalos danificaram a praça

Colaborador de uma empresa em frente a praça, o mecânico Roberto de Sousa conta que é fácil encontrar pessoas chutando os vasos de lixos, jogando pedras ou até mesmo tentando arrancar. “A Prefeitura fez o papel dela de reformar e entregar para a população e é de responsabilidade de nós moradores preservarmos a praça, mas não podemos, porque os vândalos que frequentam o espaço são usuários de drogas e todo mundo tem medo de enfrentá-los ou até mesmo dizer o que é certo e o que é errado. Trabalho aqui em frente e vejo os jovens jogando lixo no meio da praça, riscando os bancos e as mesinhas, às vezes até repreendo, mas sou ignorado”, explica Roberto de Sousa.

A equipe de reportagem do Portal Infonet entrou em contato com a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), responsável pela preservação dos espaços públicos e, segundo o assessor de comunicação do órgão, Rogério César, existe um planejamento estratégico para inibir esses atos de vandalismo nas praças da cidade. “O nosso plano estratégico atua em todas as praças, algumas com mais rigor, outras nem tanto. Os agentes agem de acordo com as denúncias que recebemos aqui na central, mas até o momento não temos registro de nenhuma situação no local. Aproveito para pedir que os moradores da região entrem em contato conosco, façam o registro e denunciem. Só que a partir de hoje, essa praça entrará em nossa programação para receber uma atenção maior.

Denúncias

Para denunciar os atos de vandalismo, violência ou assalto, a GMA, disponibiliza dois canais para que sejam feitos os registros, o número 153, que a ligação é gratuita, ou através do WhatsApp, no número 079 9 8166-7790, em que o cidadão pode enviar fotos, vídeos, mensagens de voz ou texto.

Comentários