Auditores vão entrar em greve na quarta-feira, 18

0

Na próxima quarta-feira, 18, os auditores da Secretaria da Fazenda vão entrar em greve. Um dos principais itens na pauta de reivindicações é a incorporação da gratificação ao salário base após a aposentadoria. Em Sergipe são 702 auditores que vão cruzar os braços durante seis dias.

Segundo o presidente do Sindifisco, José Alberto Garcez de Carvalho, a greve foi determinada após assembléia da categoria. “Nós realizamos uma assembléia e decidimos pela greve, o grande problema é que se um auditor vier a se aposentar ele perde 40% da remuneração”, disse José Alberto ressaltando que tem seis anos que ninguém se aposenta no fisco com medo de perder a gratificação.

“Estamos tentando há dois anos resolver essa situação junto à secretaria, mas nada tem sido feito. Agora o secretário disse que irá resolver em janeiro ou fevereiro, só que em janeiro é o recesso da assembléia e em fevereiro fica próximo das eleições e nada vai poder se resolvido no período eleitoral”, lamenta.

José Alberto disse ainda que em virtude do indicativo de greve o secretário da fazenda marcou uma reunião com os auditores para a próxima quarta-feira, 18. “Esperamos chegar a um acordo satisfatório para todos os auditores do contrário vamos manter a greve e até entregar os cargos de chefe e de comissão”, afirma o presidente do sindifisco.

O assessor de comunicação da secretaria da fazenda, Helber Andrade, disse que espera fazer um acordo entre janeiro e fevereiro. “As negociações continuam, a situação financeira do Estado não é boa em virtude disso houve a concordância do sindicato de que a cada mês fosse discutida a possibilidade de discutir o plano de carreira e a gratificação da incorporação ao salário base. Esperamos fechar um acordo entre janeiro e fevereiro”, explica.

Por Kátia Susanna

Comentários