Aumento da gasolina

0

Não será surpresa se, durante o correr da semana que se inicia hoje, a gasolina sofrer um novo reajuste. É que, no mercado internacional, o barril de petróleo atingiu o patamar de US$ 44,5, o que é um recorde histórico. Para fazer face a este reajuste, a Petrobras não deverá segurar por muito tempo os preços internamente. A ministra Dilma Roussef acredita que é possível dar mais um pouco de tempo para o reajuste, mas que ele é inevitável, sem dúvida. É só esperar, pois o índice deve ficar em torno de 10%.

Comentários