Bancários iniciam greve por tempo indeterminado

0

Hoje, 3, as agências bancárias de Aracaju amanheceram com grandes cartazes indicando a greve dos bancários. A classe, que teve uma paralisação temporária na terça-feira passada, deliberou ontem a greve por tempo indeterminado. A principal reivindicação é o aumento salarial real de 7,5% e a reposição da inflação.

O Sindicato dos Bancários em Sergipe (SEEB/SE) informou que quase todas as agências de bancos públicos estão paradas, exceto as do Banese que tem negociação própria com seus funcionários. Entre os bancos particulares aproximadamente 50% das agências estão paradas, e apenas os funcionários do Bradesco não aderiram a greve. “Nós iremos parar o que conseguirmos” comentou Everton Castro, secretário geral do Sindicato.

A cliente Keila Parente disse não apoiar a greve, mas não teve problemas com auto-atendimento
“Estamos espalhados em agências de toda Aracaju, para orientar a população e avisar da nossa greve”, complementou o secretário. As pessoas que precisarem de serviços bancários podem consultar o auto-atendimento, além de outras instituições que representam os bancos, como os Correios. Nos bancos só os gerentes e funcionários com cargo de comissão estão trabalhando.

Ao sair do auto-atendimento de um banco, a cliente Keila Parente disse não apoiar a greve. “Não tive nenhum problema com o auto-atendimento, mas não apóio a greve. Não sei o que eles reivindicam, mas atrapalha muito a população”, comentou a Keila. Já André Morais, também saindo do auto-atendimento do banco, comentou que apóia a greve. “Sei das reivindicações a apóio completamente”, declarou.

Hoje às 15h acontece a 7ª rodada de negociações entre a Confederação Nacional dos Trabalhadores Bancários (Contraf) e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Na última rodada, acontecida na quarta-feira passada os banqueiros apresentaram a proposta de 2% de aumento, que foi rejeitada pelos bancários.
O SEEB/SE realiza às 18h a Assembléia na sede do Sindicato para análise do primeiro dia de greve e visualização para o aumento das agências paralisadas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais