Bancos prometem ampliar número de caixas

0

Bancos terão um mês para se adaptar às novas medidas

Na manhã desta terça-feira, 1º, o Ministério Público Estadual (MPE) deu continuidade às audiências com as agências bancárias da capital, a respeito da Lei dos 15 minutos. Na ocasião, representantes do Banco do Estado de Sergipe (Banese) e do Banco do Brasil levaram à promotora Euza Missano as medidas já adotadas pelas agências e prometeram a ampliação do número de caixas.

Além de representantes dos bancos, estiveram presentes à audiência, membros da Coordenadoria da Defesa do Consumidor e o presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe, José Souza.

Segundo o presidente, todas as iniciativas são importantes, mas não são suficientes para sanar o problema da demora no atendimento. “Há necessidade de mais investimentos e da contratação de mais bancários”, acredita José Souza. Ainda de acordo com ele, o Sindicato continuará levando suas observações ao MPE sobre o cumprimento da Lei pelas agências.

Novas medidas

As instituições bancárias informaram que adotarão novas estratégias de atendimento, como a ampliação do número de caixas em serviço e remanejamento do quadro pessoal existente.

O Banco do Brasil deve intensificar seu atendimento nos cinco primeiros e cinco últimos dias de cada mês, devido ao pagamento de benefício da Previdência Social, dos servidores municipais, estaduais e federais.  Isso além do pagamento de impostos e carnês no último dia útil de cada mês, bem como em vésperas e após feriados prolongados, e ainda no dia 10 de cada mês, ou dia útil subseqüente, em virtude do pagamento de tributos.

Já o Banese adotará as medidas no período entre o dia 20 até o dia 10 do mês subseqüente, em função dos pagamentos dos servidores ativos e inativos, nos horários de 10h às 14h e das 15h30 às 16h30.

As duas agências terão todo o mês de julho para se adaptar às novas medidas, e, durante este período, serão monitoradas pela Coordenadoria de Defesa do Consumidor da Secretaria Municipal de Finanças. No mês de agosto, outras agências serão convocadas para audiência no MPE, a exemplo de Bradesco e Itaú, segundo informou a promotora Euza Missano.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais