Bombeiros: ocorrências cresceram 46,39%

0

No ano passado foram atendidas 7.015 ocorrências (Fotos: Arquivo Portal Infonet)
Números gerados pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) apontaram um crescimento nos atendimentos efetuados pelo Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe durante o ano de 2010 quando comparados aos registros de 2009. No ano passado foram atendidas 7.015 ocorrências e em 2009 foram registrados 4.792 atendimentos. Um crescimento de 46,39%.

Do total de registros relativos a 2010, os atendimentos a incêndios chegaram à equivalência de 29% do montante das ocorrências. O percentual relativo a acidentes de trânsito e atendimentos pré-hospitalares chegou a 24%. O registro de ocorrências de incêndio em vegetação em agosto de 2010 atingiu números recordes por conta da estiagem. Do total dos atendimentos de incêndios, 76% corresponderam a sinistro em matas, 13% a incêndios em edificação residencial e 6% a incêndios em edificações comerciais.

“Nós tínhamos uma demanda reprimida por conta da falta de viaturas e equipamentos. Esse crescimento no número de ocorrências atendidas em 2010 é fruto de planejamento e investimentos

Do total dos atendimentos de incêndios, 76% corresponderam a sinistro em matas
por parte do Governo do Estado que adquiriu novas viaturas e equipamentos. Com isso foi possível atendermos todos os chamados, pois hoje possuímos pela primeira vez na história da Corporação equipamentos e viaturas de reposição”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Nailson Santos.

Nailson afirmou, ainda, que o aumento dos atendimentos passa, também, pela criação do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e a instalação de novos equipamentos de comunicação nos veículos operacionais, dando uma dinâmica maior no processo de comunicação, diminuindo o tempo resposta. “Antes a comunicação era feita por celulares institucionais e sistemas de rádio obsoletos, onde a cobertura não abrangia todo o Estado. Agora dispomos de equipamentos modernos e toda ocorrência gerada pelo Ciosp é imediatamente repassada para nossas viaturas com o máximo de rapidez”, destacou o comandante.

Com relação à incidência das ocorrências por dia da semana foi notado que as terças, quartas e quintas-feiras os bombeiros foram menos acionados. Já os domingos, o atendimento do Corpo de Bombeiros foi mais solicitado. Quando a análise diz respeito a faixa de horário, o período de 8h às 21h registrou a maior parte dos atendimentos, chegando a 79,14% do total de ocorrências atendidas em 2010. Com relação às localidades onde aconteceram a maior parte dos chamados, a Zona de Expansão de Aracaju ganhou destaque com um total de 396 ocorrências, seguido pelo Centro da capital sergipana com 388 e o bairro Atalaia com 179 registros.

Redução

Dentre os números divulgados, apenas os dados relacionados a atendimentos pré-hospitalares tiveram uma diminuição. Em 2009 foram registradas 1.035 ocorrências desse tipo. Já em 2010, o número caiu para 846, representando uma queda de 18,26 %.

De acordo com o coronel Nailson, essa queda se deu por conta da falta de viaturas específicas. Neste ano serão adquiridas quatro viaturas de resgate com o intuito de melhorar o atendimento pré-hospitalar. “Os novos veículos serão adquiridos com verba oriunda de convênio com a Infraero de prestação de serviços, onde o Corpo de Bombeiros cede militares para trabalhar no aeroporto de Aracaju”, explicou.

Fonte: CBM

Comentários