Brasil é fundador da Academia Anticorrupção

0

O Brasil assinou, em Viena, o acordo de criação da Academia Internacional Anticorrupção, tornado-se membro fundador. A partir de 2011 a organização capacitará especialistas que trabalham na luta contra a corrupção.

O ministro-chefe interino da Controladoria-Geral da União, Luiz Navarro, conta que a entidade vai oferecer cursos para formar profissionais capacitados em combater a corrupção, além de manter uma plataforma para o diálogo entre os representantes dos países que a compõem.

“É uma iniciativa muito importante, que foi discutida em várias oportunidades. Já tem uma sede, que fica nos arredores de Viena, e vai funcionar com professores peritos no combate e prevenção à corrupção. Também haverá treinamento para diversos públicos em técnicas avançadas na área”, disse Navarro.

A ideia é que os países-membros criem sedes regionais da academia. “O Brasil pleiteia uma dessas sedes regionais, mas a academia foi recém-criada. Por isso, deve demorar um pouco.” A organização também conta com o apoio do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e é reconhecida pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A academia poderá complementar a assistência técnica fornecida pelo UNODC para a implementação da Convenção da ONU contra a corrupção. Por ter assinado o acordo antes do final deste ano, o Brasil participará da Assembleia de Partes, órgão máximo de direção da organização.

Fonte: Agência Brasil

Comentários