Brava gente brasileira

0

Acabou. Em todos os sentidos. Ontem foi o último dia de uma campanha eleitoral que, se não empolgou pela emoção, mostrou que o povo brasileiro não só sabe conviver com a democracia, como faz dela uma festa. Uma festa única, também: a do voto. Uma festa que ocorreu em todo o Estado de Sergipe, em todos os Estados brasileiros, enfim, no Brasil, de Norte a Sul. Embora movimentando quase 120 milhões de brasileiros, desconhecem-se atos de violência que venham desabonar o dia de festa que foi o 27 de outubro. Uma detenção aqui e ali, apenas, por conta do que a Justiça teima em qualificar de “boca-de-urna”, quando tudo não passa do convencimento ao eleitor, o último, de qual candidato seja o melhor. O Brasil nunca, em sua História, viveu um dia como o de ontem – o prolongamento de um outro dia, o último dia 6 de outubro, data do primeiro turno. As urnas eletrônicas funcionaram às mil maravilhas; os políticos comportaram-se; o eleitor demonstrou com liberdade e sabedoria a sua preferência. É o caso de se dizer: Viva o Brasil! E um viva também a este povo brasileiro!

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais