Briga de vizinhas termina em tentativa de homicídio

0

A senhora de 49 anos apresentava vários hematomas (Fotos: Portal Infonet)
Na manhã desta terça-feira, 9, mãe e filha procuraram o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de um exame de corpo delito. Chorando bastante e com vários hematomas pelo corpo a representante comercial Alana Karla Melo Figueiredo, de 30 anos e Conceição de Passos Melo, de 49 anos, disseram que foram espancadas pela inquilina.

A representante comercial, moradora da rua Senador Rollemberg, no condomínio Helimar, contou que desde julho desse ano alugou um apartamento para uma senhora e que desde então enfrenta vários problemas na vizinhança. Alana diz que a inquilina passou a criar brigas com a vizinhança, envolvimento com álcool e até drogas. O estopim das desavenças teria acontecido após a inquilina ter insultado a mãe de Alana.

“Fui até o apartamento dela e quando cheguei lá ela jogou a geladeira em mim e passou a me

A representante comercial afirma que sofreu tentativa de homicídio
agredir. A mãe dela também agrediu a minha mãe dando uma mordida no braço e batendo muito”, conta a representante que diz ainda que durante a briga a inquilina pegou uma faca e por pouco não termina em assassinato.

“Ela pegou a faca e gritei que sou mãe de dois filhos que me deixasse viver que não me matasse”, lembra a vítima. De acordo com a mãe de Alana vizinhos presenciaram os gritos e a polícia foi chamada, mas ao chegar no local uma guarnição informou que não poderia fazer nada, porque não tinha autorização para entrar na residência.

Mãe e filha agora estão preocupadas e com medo porque o contrato de locação vence em julho do próximo ano.

Por Kátia Susanna

Comentários