Briga em família termina em tragédia em Boquim

0
Vítima foi atendida pelo Samu (Foto Ilustrativa: Ascom/SES)

Uma briga em família culminou com a morte de um homem de 36 anos, que seria sobrinho do acusado, conforme os primeiros registros feitos pela equipe da 2ª Companhia do 6º Batalhão da Polícia Militar de Sergipe (BPM). De acordo com a capitã Márcia Cristina Oliveira, comandante daquela Companhia Militar, a vítima foi identificada no local como Lucas Michel Rocha Galdino, que completaria 37 anos no mês de agosto.

A capitã informou que a equipe militar encontrou Lucas Michel ferido, com vida, em um dos cômodos da residência, na rua cônego João Batista Lima, na cidade de Boquim. Conforme a capitã, Lucas estava deitado, ensanguentado, com as mãos amarradas para a frente e chegou a conversar com os policiais militares, informando que teria sido agredido com arma branca, cujos golpes teriam sido desferidos por um dos tios da vítima, que ainda não foi localizado.

Há relatos, conforme a capitã, que a vítima e tio teriam discutido, mas os motivos da discussão ainda não foram esclarecidos. Os policiais militares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), cuja equipe prestou os primeiros atendimentos. Mas Lucas Michel não resistiu e morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do próprio município.

O crime foi registrado pela PM por volta das 17h30 da quinta-feira, 13, e o corpo chegou ao Instituto Médico Legal (IML) no início da madrugada desta sexta-feira, 14. A morte de Lucas será investigada pela Polícia Civil.

por Cassia Santana

Comentários