Campanha contra dengue é intensificada nessa época do ano

0

Quando o assunto é dengue, a palavra chave é prevenção. O mosquito transmissor – Aedes aegypt – fez 1.600 casos de dengue só em Aracaju, sendo que dois desses foram do tipo hemorrágica, mas sem óbito. Segundo a gerente do Departamento de Endeniase da Prefeitura de Aracaju, Sidney Sá, nesta época do ano, os trabalhos dos agentes de saúde são intensificados no sentido de educar a população para uma maior prevenção. “Nesta época do ano, são intensificadas as ações no sentido educativo. É importante que a comunidade colabore. Cada um de nós que tem ser um agente. Devemos passar a observar melhor e vê a dengue como uma doença grave que leva a óbito mesmo”, diz Sidney Sá. Os trabalhos de combates à dengue nunca cessam e devem estar cada vez mais presentes na vida de todos os cidadãos preocupados com a saúde coletiva. “A maioria dos criadouros está nas residências, nos quintais das nossas casas. O emprenho está acontecendo, mas é preciso que aumente. Sempre houve a ação dos nossos agentes, que sempre fizeram o trabalho rotineiro de campo, de visitar casa a casa, onde observam presença de criadouros, de focos de dengues que são destruídos. Além do trabalho educativo, eles trabalham a informação e orientação à comunidade”, diz Sidney Sá, ressaltando que cada um pode detectar e destruir um foco de dengue. BRASIL – O Ministério da Saúde divulgou que nos 10 primeiros meses de 2002, 96 pessoas morreram de dengue no Brasil. Sete mortes foram registradas no Ceará – três em Fortaleza e uma morte em Crateús, Catarina, Barbalha e Iguatu -. Em todo o país, foram registrados 480 mil casos, sendo 12,2 mil no Ceará. A Fundação Osvaldo Cruz fez um estudo epidemiológico indicando que pode haver epidemia de dengue em 2003 no litoral nordestino e em São Paulo. Mais informações sobre a dengue, pelo telefone (0xx79) 259-3429.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais