Candelária concorre a prêmio de revista

0

Maria Niziana Castelino, mais conhecida como Candelária, está concorrendo ao prêmio Mulher do Ano da Revista Cláudia. A presidente da Associação Sergipana de Prostitutas (ASP) foi indicada ao prêmio por seu trabalho de prevenção à Aids entre as prostitutas. Candelária, que já foi prostituta, escreveu um livro sobre sua vida em 1989 e em 1991 fundou a ASP, onde as prostitutas podem adquirir preservativos, ter atendimento médico, cursos profissionalizantes e palestras sobre Aids/DST”s, auto-estima e cidadania. A Revista Cláudia oferece o prêmio todos os anos. 200 mulheres em todo o país foram indicadas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais