Caso Barriga: novas testemunhas prestam depoimento no Fórum da Barra

0
Testemunhas continuam sendo ouvidas no Fórum da Barra dos Coqueiros (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Dando sequência à audiência de instrução do processo judicial relacionado ao assassinato do líder sindical Clodoaldo Santos Melo, conhecido como Barriga, novas testemunhas prestaram depoimento nesta quarta-feira, 31, no Fórum da Barra dos Coqueiros. De acordo com informações do advogado José Adroaldo de Oliveira, que atua como assistente de acusação, as testemunhas ouvidas nesta quarta foram arroladas pela defesa e são classificadas como ‘testemunhas de conduta’, que falaram sobre o comportamento dos réus no meio social.

Nestes casos, conforme explica o advogado, as testemunhas são pessoas ligadas à família do réu e, nesta condição, não estão sujeitas a responder por falso testemunho. As pessoas ouvidas, conforme o advogado, não prestaram esclarecimentos sobre os fatos que culminaram com a morte do líder sindical, mas se limitaram a dar informações sobre o histórico da conduta dos réus.

Sete homens estão presos, apontados como responsáveis pelo crime do líder sindical que teve forte atuação no Movimento SOS Emprego. O advogado José Adroaldo de Oliveira suspeita de envolvimento de outras pessoas neste crime.

Os advogados de defesa acreditam na inocência dos clientes e tentam libertá-los, mas ainda não obtiveram sucesso. Barriga foi morto a tiros no dia 14 de dezembro do ano passado na porta da residência, na Barra dos Coqueiros. Permanecem presos o sindicalista André Silva Santana, Ricardo Monteiro dos Santos, Jailton Paulino Bispo dos Santos, Sidney Santos de Oliveira, Cezar Julio Santos da Silva, Everton Cezar Bomfin Santos e Leandro Costa Alves.

O Portal Infonet tentou mais uma vez conversar com os advogados de defesa dos réus, mas não obteve êxito. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cassia Santana

Comentários