Caso delegado: Justiça converte flagrante em prisão preventiva

0
Os dois suspeitos tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva (Foto: SSP/SE)

Os dois homens suspeitos de envolvimento na tentativa de homicídio do delegado Marcelo Hercos, presos na última quarta-feira, 22, na capital, passaram por audiência de custódia nesta quinta-feira, 23. A justiça converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva.

Manuel Santos Farias Neto e Daniel dos Santos foram presos pela Polícia Militar em uma área de matagal na Zona de Expansão, após a tentativa de homicídio contra o delegado Marcos Hercos, em um posto de combustível da zona Sul de Aracaju. Os dois e um terceiro suspeito, que se entregou à polícia da Bahia,  fugiram do local após o incidente.

Além da suspeita de participação na tentativa de homicídio, os dois, segundo as investigações da Polícia Civil, estavam em Sergipe repassando notas falsas em estabelecimentos comerciais.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais