Ceasa cumpre adequações solicitadas pelo MPE

0

A imprensa denunciou o péssimo estado da estrutura física, o Ministério Público Estadual (MPE) solicitou mudanças e agora as condições de segurança e higiene na Central de Abastecimento de Aracaju (Ceasa) começam a ser notadas e os comerciantes e clientes assíduos do local estão satisfeitos.

 

No restaurante de seu Edmundo, por exemplo, a especialidade continua sendo a boa e velha comida caseira. A mudança fica por conta da localização do botijão de gás, que agora fica do lado de fora da sua cozinha. “Pediram que todo mundo construísse essas casinhas do gás. O investimento pesou um pouquinho, mas vale a pena que assim a gente fica despreocupado”, conta o proprietário.

 

A fiação elétrica, antes totalmente exposta sobre o espaço de compra e venda de frutas, verduras e grãos, agora passa por cima de calhas. Apesar desta modificação ainda não ter ocorrido totalmente e alguns fios ainda serem encontrados fora do lugar, o consumidor já percebeu a mudança. “Antes dava medo de vir aqui em dia de chuva, mas agora tá uma beleza”, diz seu Wilson, freqüentador da Ceasa.

 

Falta ainda finalizar a montagem da estrutura de combate a incêndio e pânico no local. A diretoria da central disse que um engenheiro já foi contratado para recuperar a estrutura metálica de sustentação do prédio que terá uma caixa d’água disponível ao Corpo de Bombeiros para que seja usada em possíveis casos de incêndio.

 

As adequações restantes deverão ocorrer em um prazo previsto de 80 dias.

Comentários