Chacina do Huse: réu é condenado a 25 anos de prisão

0
Chacina ocorreu em 2012 (Foto: Arquivo Infonet)

Após júri popular realizado nesta quinta-feira, 4, Williams Aranha dos Santos foi condenado por homicídio qualificado em virtude do seu envolvimento na chacina ocorrida no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) no dia 27 de abril de 2012. Ele terá que cumprir 25 anos de prisão em regime fechado por ser o autor do homicídio que vitimou o padeiro Jailson Alves de Souza, 32 anos. O fato ocorreu após uma troca de tiros na avenida Santa Gleide.

O julgamento ocorreu na 8ª vara Criminal no Fórum Gumercindo Bessa e foi presidido pela juíza Soraia Gonçalves de Melo. A defesa do réu foi realizada pelo defensor Jorge Raimundo Valença Teles de Menezes, tendo como promotores de acusação Claudia Daniela de Freitas Silveira Franco e Flaviano Almeida Santos.

O agente de medidas socioeducativas, Ralf Monteiro, que também é arrolado como réu no processo, ainda não foi a júri.

Após a decisão do mérito, a defesa entrou com recurso da pena.

Caso

Na chacina ocorrida em 2012, foram assassinados além do padeiro Jailson Alves de Souza, 32 anos, os pacientes Márcio Alberto Silva Santos, de 33 anos; Cledson Silva Santos, de 21 anos, e Adalberto Santos Silva, que estavam nas instalações do Huse.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais