Chuva não atrapalha turistas em compras

0

Turistas procuram itens que representem a cidade
A chuva que atingiu Aracaju na manhã desta segunda-feira, 23, não atrapalhou a venda de artesanato local no Mercado Municipal Albano Franco, no centro da cidade. As lojas que vendem itens da cultura local e ícones nordestinos, como caranguejos, sertanejos e cajus estavam cheias de turistas de vários lugares do país que procuravam levar de volta pra casa objetos que lembrem a visita à capital sergipana.

A representante comercial Silvia Cardoso ficou encantada com a variedade de itens encontrados. “Já comprei um chapéu de palha para ir à praia e quero levar dois vestidos”, diz a paranaense.

D. Teresa (de azul): “Movimento já foi bem melhor há 20 anos atrás”
A comerciante Silvina Teles, que já vende artesanato no centro há mais de 40 anos, diz que muita gente passa pela loja, mas as compras não estão tão boas. “Os turistas vêm, mas para comprar, são devagar. Quando vendo, vendo lembrancinhas de R$ 5”, afirma D. Silvina.

Para a vendedora de flores Teresa Costa o movimento têm piorado nos últimos anos. “Antigamente, há 20 anos atrás, a venda era muito maior, não importava a chuva que caísse. Hoje em dia o povo só olha, mas ninguém leva nada”, declara Teresa.

Calçadão

Ruas vazias nos calçadões do Centro
Já no Calçadão da João Pessoa, o número de transeuntes é pequeno.  A determinação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de que a abertura das lojas nesta segunda seria opcional fez com que muitas lojas não abrissem nesta segunda-feira, com exceção das Lojas Americanas.

Os poucos vendedores que se arriscam à trabalhar em meio à chuva e ao movimento escasso fazem promoções para finalizar o ‘estoque’. DVDs são espalhados no chão e oferecidos à R$ 1. Mesmo preço que se pode comprar uma água de coco, que normalmente é vendida a R$ 1,50 ou R$ 2.

Vendedor de coco faz promoções pra vender mais
Horário de funcionamento

O horário completo de funcionamento das lojas no Centro da cidade, no Mercado Municipal e no Calçadão, além de bancos e shoppings, pode ser encontrado aqui.

Por Domingos Lessa e Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais