Com 5 suspeitos mortos, inquérito sobre morte de sargento é concluído

0
Sargento Borges (Foto: reprodução/ redes sociais)

O caso que investiga a morte do policial Antônio Borges de Campos já foi concluído há cerca de 20 dias e encaminhado para a justiça. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), não há mais suspeitos do homicídio.

Ao todo, cinco pessoas suspeitas de envolvimento no crime foram mortas. Gedson dos Santos, 24, foi baleado durante a troca de tiros com a vítima no momento do assalto à chácara.

Já José Lucas Bazi dos Santos, conhecido como Lagamel, foi morto em confronto com a polícia ocorrido no dia 7 de setembro no município de Fátima no Estado da Bahia. Marcelo Henrique dos Santos, o Marcelo Cheiradão, foi morto dia 9 deste mês no município de Itaporanga D´Ajuda, e o adolescente, Éverton Passos da Conceição, 16, no dia 13 de outubro, ambos em confronto com a polícia. O quinto, Vanovick Santos Silva, 18, teria desobedecido a ordem de prisão e reagido a presença dos policiais, entrando em confronto com a guarnição, e vindo à óbito em seguida, no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

O adolescente que se entregou no dia 3 de setembro permanece apreendido.

Relembre

O sargento foi morto por bandidos armados no dia 1º de setembro, no povoado Matapoã, na zona de expansão de Aracaju, enquanto comemorava a recente promoção na corporação, em sua chácara com a família. Os criminosos invadiram a propriedade e anunciaram o assalto. A esposa do militar chegou a ser feita refém.

A vítima entrou em confronto e conseguiu balear um dos bandidos, mas acabou sendo atingido no tórax. Ele chegou a enviar pedidos de socorro em redes sociais, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso está sendo investigado pelo Centro de Operações Especiais (Cope). Policiais civis iniciaram as diligências indo ao local do crime e ouvindo testemunhas para tentar localizar os envolvidos.

por Jéssica França

Comentários