Sargento Borges: SSP confirma que adolescente morto era procurado

0
Sargento Borges: morte durante assalto (Foto: reprodução/ redes sociais)

O adolescente Éverton Passos da Conceição, 16, morto no sábado, 13, durante confronto com uma equipe da Polícia Militar, era procurado e já havia mandado judicial de internação emitido contra o suspeito.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o adolescente era procurado como suspeito de integrar o grupo envolvido na tentativa de assalto a uma chácara no povoado Matapuã, zona de expansão de Aracaju, que culminou com a morte do sargento Marcos Antonio Borges de Campos, crime ocorrido no dia primeiro de setembro deste ano.

O confronto aconteceu no sábado, 13, em uma região do Mosqueiro, também na zona de expansão da capital sergipana. De acordo com informações do major Rivangelo Franco, comandante do Batalhão de Turismo da Polícia Militar de Sergipe (BPTur), os policiais militares estavam realizando rondas ostensivas em uma região do Mosqueiro marcada por grande influência do tráfico de drogas e o adolescente teria aparecido em situação suspeita, demonstrando grande nervosismo. Conforme o major, os policiais deram voz de parada, mas o adolescente não teria atendido, mas reagiu atirando contra os policiais.

No momento houve troca de tiros, conforme o major Franco, e o adolescente foi atingido, socorrido e encaminhado, sem identificação, para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde morreu. Ao ser identificado ainda no Huse, conforme o major Franco, os policiais receberam a informação da Polícia Civil sobre a existência do mandado judicial expedido contra o adolescente, procurado como suspeito de envolvimento com o crime do Matapuã. Segundo o major Franco, o adolescente portava drogas e arma. Nesta ação, foram apreendidos 43 papelotes com maconha, dois pinos [embalagem usada para armazenar cocaína] e uma quantidade de cocaína.

Outros mortos

Até o momento, a Polícia Civil identificou cinco pessoas, entre elas, dois adolescentes, envolvidos na morte do sargento Borges. Apenas um adolescente está vivo. Ele se entregou à polícia, confessou participação no crime e os outros morreram em situação semelhante, durante confronto com policiais.

Conforme a assessoria de imprensa da SSP, o jovem Gedson dos Santos, 24, também morreu no local do crime. O grupo dele e o sargento trocaram tiros. Ambos foram atingidos e morreram; José Lucas Bazi dos Santos, conhecido como Lagamel, foi morto em confronto com a polícia ocorrido no dia 7 de setembro no município de Fátima, no Estado da Bahia, e Marcelo Henrique dos Santos, o Marcelo Cheiradão, foi morto em confronto com policiais ocorrido no dia 9 deste mês no município de Itaporanga D´Ajuda.

As investigações ainda não foram concluídas. A Polícia Civil não oferece detalhes para não atrapalhar o trabalho que a equipe do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) vem realizando para prender toda a quadrilha.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais