Começam as oficinas culturais na ponte Aracaju/Barra

0

Pouco mais de 200 pessoas (dados da Polícia Militar) foram conferir na tarde desta terça-feira, 5, na cabeceira da ponte Aracaju/Barra, as oficinas de boxe, tae-kwon-dô, karatê, capoeira, teatro, música, realizadas pela Associação Parceiros de Rua. As manifestações artísticas e esportivas surgiram com a finalidade de inserir a comunidade daquela localidade Bairro Industrial, numa ação de inclusão social.

Maria Socorro Rodrigues escolheu fazer ginástica para dar continuidade aos exercícios que já pratica no bairro onde mora (Santo Dumont). “Escolhi também vir pra cá. Acredito que é produtiva a iniciativa. Precisa é dar continuidade ao trabalho. Os professores virem como o combinado. Não pode ficar somente no ‘hoje’”.

O boxer Bruno Xavier, 18, conhecido como Bruno Pernalonga, já treina luta há “alguns anos”. “Muito bom trazer o boxe para a garotada. Iniciei desde jovem. Essa idéia do esporte e da música na comunidade carente tem que ser preservada. Acredito que possa dar certo se tudo correr como está”.

De acordo com o professor e coordenador, Eduardo Rocha Teles, o projeto foi iniciado naquela localidade, e pode seguir futuramente, para outras áreas da capital. “Aqui é o lançamento, é a base. É uma forma de ‘mostrar’ para a comunidade e para toda população que a iniciativa é possível”.


 

Comentários