Comerciante fica ferido em assalto no Eduardo Gomes

0

Assaltante armado atirou em comerciante (Fotos: Portal Infonet)
Por volta do meio-dia dessa sexta-feira, 11, um comerciante passou momentos de pânico ao ficar na mira de um revólver. A ação de um bandido armado que entrou no estabelecimento comercial para assaltar durou pouco menos de cinco minutos, mas deixou moradores e comerciantes da localidade assustados com a violência. O fato foi registrado no conjunto Eduardo Gomes, em São Cristóvão. A vítima baleada foi encaminhada a um hospital, onde recebe atendimento médico (Veja no vídeo abaixo a ação do assaltante).  

O estabelecimento funciona como “Ponto Bradesco” e possui ainda uma pequena loja de presentes e roupas. A vítima, o comerciante Antônio Souza Santos, de 30 anos, mora com a família na casa anexa ao comércio. Segundo a esposa dele, que não será identificada, no momento do assalto ela e a filha de apenas 3 anos estavam em casa.

Uma moradora foi quem ouviu o disparo e ligou para o Centro Integrado de Operações em

O Ponto Bradesco fica em uma avenida bastante movimentada
Segurança Pública (Ciosp), através do 190. Segundo a mulher após o barulho várias pessoas saíram das casas e avistaram quando um homem moreno, magro, alto, vestindo camisa pólo vermelha e calça preta deixava o Ponto Bradesco. “O que me chamou a atenção foi que ele saiu bem tranquilo, mas estava com um capacete na cabeça, achei a atitude estranha porque a moto estava parada distante do local”, conta a moradora que diz não ter conhecimento de outros crimes na localidade.

No momento do assalto uma cliente estava realizando pagamentos, mas não foi agredida.

Prejuízo

O assaltante que chegou com a arma apontando para o comerciante pedia toda a renda. As imagens do circuito interno de segurança mostram que o bandido tentava se esconder das câmeras, o que levanta a suspeita de que o homem poderia ter conhecimento da movimentação do comércio. Toda a renda que estava no caixa foi levada pelo bandido, cerca de R$ 3 mil em dinheiro.

Milagre

A ação do bandido por pouco não tirou a vida do comerciante que durante o disparo colocou a mão em direção a bala e se esquivou. O tiro atingiu a mão da vítima que foi encaminhada por parentes para um hospital. “Foi um milagre”, diz a esposa da vítima. Antes de ser encaminhado ao hospital a vítima relatou que após o disparo fingiu que estava morto, temendo que o bandido efetuasse novos tiros.   

Diligências

A polícia continua realizando diligências em toda a área, incluindo no sentido de localizar o paradeiro do bandido. Quem souber informações pode denunciar através do 181, não é necessário se identificar.

Por Kátia Susanna

Comentários