Comerciante sofre tentativa de homicídio em Aracaju

0
A tentativa de homicídio aconteceu no estabelecimento comercial de Alceu nesta tarde

Um homem de aproximadamente 50 anos foi baleado em uma loja no Centro de Aracaju. Alceu Acioli Lins é comerciante e foi surpreendido por quatro pessoas em sua loja de confecções, localizada próximo ao Mercado Municipal. A princípio, a suspeita era de que se tratava de uma tentativa de assalto. Mas as informações da assessoria de comunicação da Polícia Militar são de que, na verdade, trata-se de um crime de vingança.

De acordo com o coronel Paulo César Paiva, chefe da 5ª Seção da PM, quatro pessoas foram detidas após o crime, dentre elas uma mulher e três homens. O coronel informou que a motivação do crime teria surgido por Alceu supostamente ter matado uma pessoa no interior do estado de Alagoas no ano passado. Foram presos quatro suspeitos: uma jovem, de 17 de anos, e dois homens com idades entre 18 e 19 anos, que são irmãos da suposta vítima assassinada em Alagoas. O quarto suspeito está preso, mas não foi ainda identificado.

As informações são de que os bandidos alugaram um táxi (com placa da cidade de Penedo) para praticar o crime e três armas de calibre 38 foram apreendidas com eles. Um dos irmãos, identificado como Remedy, teria efetuado os três disparos na região do tórax de Alceu. De acordo com o coronel, a 1ª Cia do 8ª Batalhão fez as prisões e os detidos confessaram o crime. O coronel Paiva informou ainda, que a vítima foi socorrida com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

De acordo com Eduardo Correia, que também trabalha na região e conhece Alceu, o fato aconteceu por volta das 17h30. Ele falou que muitos problemas acontecem na área e há falta de policiamento. “É recorrente o tráfico de drogas, roubos, assaltos. Aqui é muito perigoso”, disse.

Por Helena Sader e Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais