“Continuo à frente do caso Giuseppe”, diz coronel Dos Anjos

0

Giuseppe Amaral
Ao contrário do que divulgou o comandante geral da Polícia Militar de Sergipe, coronel Magno Silvestre, o comando das investigações sobre a fuga de Giuseppe Amaral continua com o coronel Dos Anjos. Ele esclareceu à equipe do Portal Infonet que as declarações do comandante foram totalmente equivocadas.

“Acho que o coronel Magno está mal assessorado, pois disse na imprensa que eu estava afastado da função sendo que ninguém pode me pôr para fora do caso. Ele falou que eu pedi para sair, mas isso não é verdade”, desmentiu. Para ele, as afirmações de Magno podem ter sido motivadas por sua insistência em ouvi-lo sobre a fuga, já que o nome do comandante aparece diversas vezes no inquérito.

Dos Anjos explicou que precisava encerrar a sindicância, mas não tinha colhido as versões de Cel. Magno e nem poderia forçá-lo a fazê-lo, pois ele é seu superior. Então, encaminhou ofício à Justiça que informou que iria notificar o comandante geral a prestar depoimento em dia, horário e local marcados por Dos Anjos.

“Pretendo ficar até o final do caso. Tenho mais ou menos 20 dias de prazo para entregar o inquérito e o coronel Magno já se disponibilizou a ser ouvido. Quero trazer a tona a resposta que a sociedade precisa ter sobre o caso”, finaliza o coronel. A assessoria de comunicação da Polícia Militar também confirma que ele continua à frente do caso.

Por Glauco Vinícius e Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais