Corpo de Bombeiros vai investigar afogamento

0
CB quer saber porque corpo não foi encontrado em piscina (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Corpo de Bombeiros vai investigar os motivos que impediram a equipe de Itabaiana a encontrar o corpo de armador de móveis José Adilson Silva, 53. O armador de móveis desapareceu na tarde do sábado, 25, em um balneário localizado às margens da BR 235, no município de Itabaiana e o corpo só foi encontrado boiando na manhã do domingo, 26, na piscina daquele mesmo balneário, onde a equipe dos bombeiros fez varredura na área no mesmo sábado, 25.

A informação foi transmitida pela assessoria de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira, 27, confirmando a versão apresentada pelo comerciante José Arício da Silva, irmão do armador de móveis Adilson Silva. Em entrevista concedida ao Portal Infonet na manhã do domingo, 26, o comerciante considerou o episódio como mistério já que os bombeiros vasculharam a piscina e não localizaram o corpo, que boiou no mesmo local no dia seguinte.

A assessoria do Corpo de Bombeiros confirmou que o grupamento de Itabaiana realizou as buscas e que recebeu a informação da equipe evidenciando que os procedimentos possíveis foram realizados. A atuação dos bombeiros nesta ocorrência será investigada em procedimento disciplinar a ser instaurado pelo grupamento de Itabaiana em atendimento às determinações do comando geral do Corpo de Bombeiros, segundo informou a assessoria de Comunicação Social da corporação.

O corpo de Adilson Silva ainda permanece no Instituto Médico Legal. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública, o legista ainda não concluiu a necropsia. A causa da morte ainda não foi oficializada, depende deste laudo do IML que deverá ser emitido nos próximos 30 dias. A princípio, está sendo considerada como afogamento, segundo a assessoria da SSP.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais