Mulher que morreu vítima de tortura ainda não foi identificada

0
DHPP investigará o caso (Foto: arquivo Portal Infonet)

O Deparamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) está encontrando dificuldades para obter a identificação de uma mulher que morreu vítima de tortura. O corpo dela foi encontrado na noite desta última terça-feira, 29, na Rua B, Loteamento Nova Liberdade II, no bairro Olaria.

Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), moradores da localidade não querem prestar esclarecimentos para ajudar o DHPP a identificar a mulher. “Há indícios de ser por conta do envolvimento com o tráfico”, relata a assessoria.

O corpo da mulher ainda está no Instituto Médico Legal (IML). Qualquer informação pode ser repassada pelo Disque Denúncia ,181. O sigilo é garantido.

Entenda o caso

Uma jovem, com idade entre 18 e 23 anos, foi torturada e morta em Aracaju. O corpo da vítima foi encontrado dentro de um imóvel, na rua B, no conjunto Nova Liberdade III, no bairro Olaria, e o dono diz que a casa estava fechada, conforme informações do major Geovânio Feitosa, comandante do 8o Batalhão da Polícia Militar de Sergipe. O proprietário da casa revelou à polícia que desconhece a vítima e ele próprio foi quem a encontrou sem vida na noite da terça-feira, 29. A Polícia Militar registrou o homicídio por volta das 21h.

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários