Corpo decapitado é encontrado na praia

0

A cena do crime chocou até mesmo policiais experientes (Fotos: Portal Infonet)
Na manhã desta quinta-feira, 17, o corpo de um homem foi encontrado decapitado na praia José Sarney, localizada na Zona de Expansão da capital sergipana. A cena do crime chocou até mesmo policiais experientes do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que passam a investigar o caso. Populares que passavam pelo local lamentaram a violência.

A informações de policiais militares da Companhia de Polícia de Turismo (CPTur) é que por volta das 7h o Centro de Operações em Segurança Pública (Ciosp) recebeu a ligação de um pedestre, que fazia caminhada na área e se deparou com a cena. Quando os militares chegaram à beira da praia confirmaram que o homem estava sem cabeça e completamente nu.

A polícia técnica foi acionada e recolheu provas sobre o homicídio. De acordo com o delegado Everton Santos, as várias tatuagens no corpo da vítima vão auxiliar na identificação. O delegado

A polícia acredita que as tatuagens podem ajudar na identificação da vítima
observou ainda que a falta de sangue no local significa que o corpo foi deixado na praia. A suspeita da polícia é que pela condição que o corpo foi encontrado o crime pode ter sido cometido há algumas horas.

Everton Santos explica que o fato da cabeça ter sido arrancada pode demonstrar um grande ódio ou para dificultar na identificação.

Tatuagens

O homem que pode ter entre 20 e 25 anos, de acordo com as características do corpo, tem tatuagens no braço esquerdo e na perna. Uma das tatuagens tem o nome Maria.

Por Kátia Susanna

Comentários