Corregedoria avalia permanência de coronel Eliezer na Polícia Militar

0
Tenente-coronel Eliezer Santana, acompanhado de seu defensor, não falou com a imprensa (Foto: Portal Infonet)

O tenente-coronel Eliezer da Silva Santana e o promotor de Justiça Militar João Rodrigues Neto prestaram depoimento, na manhã desta quinta-feira, 23, na Corregedoria-geral da Polícia Militar (PM). As ouvidas são referentes a um Inquérito Policial Militar (IPM) contra Eliezer por conta de supostas ameaças feitas ao promotor.

O procedimento tem o objetivo de avaliar se Eliezer tem capacidade de permanecer na corporação. Está sendo avaliado pelo conselho militar o histórico do militar, que envolve uma prisão no ano de 2010  por exercer atividade clandestina de serviço de internet banda larga e falsificar a licença de funcionamento de sua empresa.

Houve outros atos controversos cometidos por Eliezer. Recentemente, deu voz de prisão a quatro policiais militares por uma suposta abordagem truculenta a dois homens em uma motocicleta no bairro Santa Maria. O tenente-coronel teve sua prisão preventiva decretada no último mês de julho, pelo juiz Aldo Ribeiro de Santana, na 6º Vara Criminal.

João Rodrigues e Eliezer preferiram não falar07 com a imprensa. O corregedor geral, Eliziel Alves Rodrigues também não se manifestou sobre o caso, assim como o defensor público do acusado. O processo corre em segredo de justiça.

Por Victor Siqueira

Comentários