Defensoria Pública pede esclarecimentos à Deso sobre falta de água

0
No documento, a Defensoria Pública solicita resposta dentro do prazo de sete dias

Após inúmeras reclamações decorrentes da falta de água, a Defensoria Pública do Estado, através do Núcleo de Defesa do Consumidor, expediu ofício à Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO), a fim de que seja esclarecido o prazo de aviso prévio de corte de fornecimento de água nos casos de manutenção preventiva ou programada.

Na semana passada, o Portal Infonet noticiou a denúncia de um morador de Umbaúba quanto a falta de água no município.

De acordo com o diretor do Núcleo, defensor público Orlando Sampaio, os avisos de suspensão de fornecimento não têm sido feitos com a antecedência recomendável e ao alcance necessário. “Mesmo se tratando de manutenções preventivas, muitas reclamações levadas à Defensoria Pública se referem a cortes de água repentinos ou noticiados em curto prazo. Por isso, oficiamos a Deso para esclarecimentos sobre a situação”, disse.

No documento, a Defensoria Pública solicita resposta dentro do prazo de sete dias.

Deso

A assessoria da Deso informou que a empresa ainda não foi notificada do ofício e assim que for notificada vai se manifestar.

Fonte: Defensoria Pública de Sergipe 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais