Defesa pede revogação de prisão da mulher que sequestrou as filhas

0
Valquíria Maria está presa na 2ª Delegacia Metropolitana (Foto: arquivo Portal Infonet)

A advogada Jane Glécia Farias pediu a revogação da prisão preventiva de Valquíria Maria dos Santos, de 25 anos, presa em flagrante após ter sequestrado com ajuda do marido suas próprias filhas em Porto da Folha. O marido dela, identificado como José Galício dos Santos, morreu após trocar com policiais da Área da Caatinga.

De acordo com a advogada, Valquíria Maria, cumpre todos os requisitos necessários para que uma pessoa possa responder a um processo em liberdade. “Ela é ré primária, tem bons antecedentes e residência fixa, tendo todos os requisitos para revogação da prisão. Além disso, ela vem de uma situação de dois anos de sofrimento e está muito abalada. Ela não sabe ler e escrever, se casou com um homem mais velho, que tinha o domínio da relação e era o ponto de apoio dela”, explica.

A advogada destacou que a revogação da prisão também é necessária para que Valquíria Maria tenha condições de continuar o tratamento de saúde que vinha realizando. “Nossa preocupação é colocá-la em liberdade para que ela possa continuar o tratamento de saúde. Ela já vinha sendo acompanhada por um psiquiatria e fazia uso de medicação para dormir. Sem esse tratamento, ela ficou muito agitada”, comenta.

Ainda de acordo com a advogada, Valquíria Maria agiu sob influência do marido. “Como ela não sabe ler e nem escrever, ele usou um papel de uma outra liminar e disse que aquele documento era o juiz mandando ir até o fórum, para entregar o registro das filhas e colocar no nome do guardião. Então, ela ficou desesperada. Ela é tão vítima quanto as filhas”, destaca.

Relembre o caso

José Galícia e Valquíria Maria são pais de uma menina de três anos e de gêmeas de dois anos. O casal perdeu a guarda das crianças em maio deste ano e atualmente, conforme informações da advogada Jane Glécia, elas estão legalmente sob a responsabilidade de um homem, que é casado com uma prima de Valquíria Maria.

O casal sequestrou duas das três filhas no dia 31 de julho. De acordo com a Polícia Militar, eles invadiram a casa dos responsáveis legais pelas crianças e usaram uma arma de fogo e uma arma branca para realizar o sequestro.

No dia seguinte, policiais da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) cercaram a casa em que o casal se escondia. José Galício reagiu atirando contra os policiais, mas acabou baleado e veio a óbito. Valquíria foi presa em flagrante e está na detida na 2ª Delegacia Metropolitana, em Aracaju.

por Verlane Estácio

Comentários