Denarc e Getam prendem traficantes na Zona Norte

0

(Foto: Alan de Carvalho/SSP/SE)

Policiais do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil (Denarc) e do Grupamento Tático de Motos (Getam) detalharam na tarde desta segunda-feira, 11, a operação deflagrada no final da madrugada para prender dois traficantes responsáveis pela distribuição de crack na zona norte de Aracaju.

As informações na entrevista coletiva foram repassadas pelo delegado Fábio Pereira, do Denarc, e o tenente Marcos Wenner, do Getam. As investigações duraram pouco mais de três meses e, segundo os policiais, o tráfico atingia principalmente o conjunto Cidade Nova, Soledade e Japãozinho. Na ação policial, Wédimo de Jesus Silva, mais conhecido como “Deminho”, 27 anos, que portava uma pistola 380 milímetros, morreu em confronto com a polícia.

Um outro traficante, Alysson Augusto Santos, o Neguinho, 23 anos, foi preso na operação. “Na residência de Alysson foram encontrados dois quilos de crack, e uma pistola calibre nove milímetros municiada, com a numeração raspada, de uso exclusivo das Forças Armadas”, explicou o tenente Wenner.

Alysson Augusto Santos  (Foto: Getam)

Fábio Pereira explicou que os traficantes vinham sendo acompanhados através de uma série de diligências realizadas pela polícia. “Nesse último final de semana, os policiais colheram a informação de que ele havia recebido um carregamento de crack e guardou parte da droga na residência de um comparsa, o Alysson. As equipes então hoje pela madrugada cercaram as residências de Wedimo e de Alysson, deflagrando a operação ao amanhecer”, destacou Fábio Pereira.

Já na casa de Deminho, os policiais quando entraram na residência, foram surpreendidos pelo suspeito, com uma pistola calibre 380, na mão, mas os policiais agiram mais rápido e efetuaram alguns disparos contra ele, que chegou a ser socorrido, mas faleceu no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Os policiais ainda realizaram uma busca em um sítio pertencente a Deminho, na Grande Aracaju, onde encontraram uma escopeta de fabricação caseira. Contra “Deminho” havia ainda mandados de prisão por crimes de homicídio que ele havia cometido contra desafetos.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais