Deputado denuncia o uso da polícia durante as eleições

0

O deputado Belivaldo Chagas denunciou ontem, na sessão ordinária da Assembléia Legislativa, a politização da chamada Polícia de Fronteira. “Nós flagramos um carro da polícia de fronteira, dentro da casa do candidato à prefeito, Luiz Albérico”, acusou o deputado, estranhando a presença dos militares na residência do médico.

 

Segundo ele, na véspera das eleições um carro da polícia de fronteira entrou na casa de Albérico e estacionou na garagem do candidato a prefeito. Imediatamente, o deputado acionou o seu advogado e entrou em contato com o promotor eleitoral, o qual deu voz de prisão ao comandante do batalhão e deu voz de prisão aos quatro soldados.

 

“Os soldados alegaram que estavam tentando pegar um ladrão que, supostamente, havia pulado o muro da residência, que é tão alta que ele teria de fazer um esforço hercúleo para entrar nela”. Outro caso relatado por Belivaldo Chagas envolvendo a polícia de fronteira, quase prejudica a candidata a vereadora, Fábia Valadares, eleita com cerca de 900.

 

“Ela foi cercada por policiais de fronteira e cada um pediu 150 reais para sair do local onde havia estacionado, mas para azar deles, ela estava gravando para o horário eleitoral”, acusou.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais