Deputados se manifestam sobre leilão de petróleo

0

Nunca se falou tanto sobre petróleo na Assembléia Legislativa como nessa semana. Vários deputados estão se manifestando de alguma maneira em relação ao sexto leilão promovido pela Petrobras. Alguns chegam até a cobrar posições de administradores locais.

 

Augusto Bezerra (PMDB) é um deles. Bezerra questionou ao prefeito Marcelo Déda (PT) qual seria sua posição sobre os leilões das reservas de petróleo. A resposta de Déda causou um certo frisson ao deputado. O prefeito disse que só responderia a essa indagação quando soubesse o pensamento do presidente Lula. Após a resposta, Bezerra alertou que a “luta está muito fraca, tímida” e sugeriu uma possível paralisação aos petroleiros.

 

Ana Lúcia (PT) disse que admira a posição do PMDB em se manifestar contra os leilões no Estado, mas gostaria de ver o partido agir no Planalto. “Eu espero a mobilização do PMDB nacional, até sair a decisão do Supremo”, disse.

 

A deputada emendou o assunto ao da reforma administrativa dizendo ser “importante manter as empresas e respeitar o direito de seus servidores”. Dessa vez, Augusto Bezerra teve a mesma atitude que Déda, ao dizer que apoiaria a decisão do governador João Alves, lembrando que a reforma é uma vontade de João.

 

Francisco Gualberto (PT), na sessão da tarde de ontem da Assembléia Legislativa, disse que tem que se afinar o discurso dos que estão no mesmo campo, em defesa do monopólio do petróleo e contra a venda de áreas de prospecção de petróleo no Brasil. O petista disse que, independente de ser contra o leilão, tem que se prosseguir a luta pela retomada do monopólio do petróleo e para isso tem que se tirar o poder da ANP de se fazer o leilão das áreas de jazidas petrolíferas.

 

Ministra garante Leilão

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais