Desempregados da Fábrica Ribeiro Chaves estão sem receber cestas básicas

0

Sindicato promoveu recadastramento para benefício atrasado desde fevereiro.
Na tarde desta quinta, 16, o Sinditêxtil promoveu um recadastramento dos trabalhadores demitidos da Fábrica Ribeiro Chaves, que faliu em dezembro de 2008, para que eles continuem recebendo cestas básicas fornecidas pelo Governo do Estado. De acordo com o presidente da instituição, Gizeldo Santos, o benefício está interrompido desde o mês de fevereiro.

“O Governo parou de enviar as cestas primeiro, por causa da seca; depois, das enchentes e, agora, diz que está em processo de licitação”, diz Gizeldo. Cerca de 230 empregados foram demitidos no mês de novembro. Desde então, os funcionários não receberam mais os salários e as verbas rescisórias. “Depois de termos entrado com uma ação na Justiça, conseguimos a liberação do FGTS e do seguro desemprego, além de terem dado baixa nas carteiras de trabalho”, conta.

O presidente do sindicato acrescenta, ainda, que a direção da empresa não se manifestou e que só resta aos funcionários aguardarem uma próxima audiência, quando espera-se que haja uma solução.

“Estamos sendo tratados como coisas descartáveis”, diz Rosângela Matos.
Desempregados relatam dificuldades

Rosângela Matos, 35, é uma das pessoas demitidas da fábrica. A desempregada, que tem dois filhos, relata que as dificuldades só aumentam o que gera indignação. “Trabalhei lá por quatro anos e seis meses e agora, junto com meus colegas, estamos sendo tratados pela empresa como coisas descartáveis”, desabafa. “Estou com o nome no SPC, com ameaça de corte da água e da energia. Não fosse essa cesta básica, estaria passando fome, espero que não atrase mais”, completa.

Programa beneficiará famílias

Na Secretaria de Estado Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social a informação é de que a distribuição das cestas foi interrompido desde fevereiro, o que exigiu uma nova licitação.

De acordo com a assessoria do órgão, o processo já foi concluído e até o mês de agosto, quando será lançado o Programa de Segurança Alimentar. Além de distribuir cestas básicas, o projeto tem a intenção de promover capacitação dos beneficiados e será estendido a todo o estado.

(Matéria foi alterada no último parágrafo para correção do perío da distribuição das cestas. Informação dada pela assessoria da Seides)

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais