Deso acata pedido da OAB e garante que serviços não serão cortados

0
Segundo a OAB, a Deso garantiu que a prestação de serviços não será cortada por falta de pagamento (Foto: OAB/SE)

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) acatou nesta quarta-feira, 25, a solicitação da Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, e garantiu que a prestação de serviços não será cortada por falta de pagamento do cidadão. Na segunda-feira, 23, a Ordem havia pleiteado, ao Governo do Estado e às prestadoras de energia e água, a suspensão temporária das cobranças.

Na solicitação, que considera a instabilidade financeira causada pela pandemia do Coronavírus (Covid-19), a entidade pleiteou que, caso a suspensão da cobrança dos serviços e tributos não fosse deferida, o Governo do Estado e as concessionárias de água e energia garantissem que não haverá corte do fornecimento de serviços por falta de pagamento do cidadão por 90 dias.

O pedido foi enviado ao Governo de Estado, Energisa, Sulgipe e Deso. “A pandemia do Covid-19 está gerando um impacto financeiro grande em todo país, sobretudo nos cidadãos. O que solicitamos é a garantia do acesso da população à serviços essenciais no momento em que a sociedade mais necessita”, pondera o presidente da OAB/SE, Inácio Krauss.

Confira o ofício da DESO aqui.

Fonte: Ascom OAB/SE

Comentários