Dez veículos se envolveram em acidentes nas últimas 24 horas

0

Posto da Polícia Rodoviária Federal (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu nesta quarta-feira, 18 a quatro acidentes nas BRs de Sergipe. Dez veículos se envolveram nos acidentes, três pessoas ficaram feridas e não houve registo de mortes. Foram fiscalizados 194 veículos dos quais dois foram retidos por irregularidades, seis CNHs foram apreendidas, sete usuários das rodovias receberam auxílio das viaturas em ronda e 131 multas de trânsito foram aplicadas.

Os policiais Rodoviários Federais prenderam no final da tarde de ontem (18) um condutor que trafegava pelo Km 05 da BR 235, próximo ao posto PRF de Nossa Senhora do Socorro (SE). Os agentes federais fiscalizavam o veículo e perceberam que o motorista apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica. Foi solicitado a ele que fizesse o teste com o etilômetro e os policiais constataram que o teor alcoólico no seu organismo estava acima do limite permitido por lei (0,73 mg/l). Ele foi detido, teve a CNH apreendida e conforme Lei 11.705 (Lei Seca) terá o direito de dirigir suspenso, além de pagar multa de R$ 957,70.

E apreenderam nas rodovias federais sergipanas cinco Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). As duas primeiras foram apreendidas no Km 04 da BR 101, em Nossa Senhora do Socorro (SE). Já as outras três no Km 77 da BR 101, em Maruim (SE). Durante a fiscalização, os agentes federais descobriram que as habilitações apresentadas pelos condutores estavam vencidas há mais de 30 dias, prazo máximo permitido por lei para reavaliação dos exames. A PRF alerta para as consequências dessa infração, que vem se tornando comum na rodovias federais sergipanas. O motorista terá a CNH apreendida, o veículo retido até a apresentação de um motorista habilitado, pagará uma multa de R$191,54 e terá 07 pontos lançados em seu prontuário.

Apenas essa semana já foram apreendidas onze CNHs vencidas, por isso a PRF solicita aos condutores que estejam sempre atentos à data de vencimento de suas habilitações e atualizem seus exames antes do prazo máximo permitido por lei, que é de 30 dias.

Fonte: Ascom PRF/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais