DHPP ainda não identificou suspeito de matar Barriga

0
DHPP ainda não identificou suspeito de matar Barriga (Imagem: SSP)

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) continua investigando a morte de Clodoaldo dos Santos, conhecido como Barriga, líder do movimento SOS Empregos. O caso ocorreu no dia 14 de dezembro do ano passado.

O inquérito está à cargo da delegada Thereza Simony, que informou que a apuração caminha, e a divulgação de informações mais detalhadas podem prejudicar as investigações. “O suspeito ainda não foi identificado. Ainda estamos na fase de ouvidas, escutando testemunhas para tentar clarear a investigação. Aguardamos resultado de perícias também”, revelou.

Recentemente foi divulgado o retrato falado do principal acusado do crime. No entanto, segundo ela, não "adiantou muita coisa". Informações sobre o paradeiro do homem podem ser divulgados pelo Disque Denúncia 181. “É uma ferramenta de suma importância, é um meio de a população colaborar com a polícia. A identidade de quem ligar será preservada”, garantiu.

A morte

Barriga foi executado na porta da própria casa. Dois homens em uma moto chegaram ao local, na Barra dos Coqueiros, informando que desejavam deixar currículo. Ao dizer que a entrega deveria ser feita em outro lugar e dar as costas, Clodoaldo foi atingido por vários disparos de arma de fogo. A família da vítima crê que o homicidio foi encomendado e tem motivações políticas.

Por Victor Siqueira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais