Dia do Jornalista: profissionais falam sobre a cobertura da Covid-19

0
E nesses tempos de pandemia, o Portal Infonet ouviu alguns profissional de imprensa que destacaram o papel do jornalismo/jornalistas na cobertura da atual conjuntura da sociedade (Foto: FreePik)

Nesta terça-feira, 7, é comemorado o Dia do Jornalista. E nesses tempos de pandemia, o Portal Infonet ouviu alguns profissional de imprensa que destacaram o papel do jornalismo/jornalistas na cobertura da atual conjuntura da sociedade. Com o avanço da doença no Brasil, os decretos dos prefeitos e governadores têm estipulado medidas restritivas para conter a disseminação do vírus. O que inclui a paralisação de serviços considerados não essências, por exemplo.

Lucas Rosário, responsável pela assessoria de comunicação da SSP/SE

Contudo, a imprensa foi listada como um dos serviços considerados essenciais e, deste modo, mantém seu funcionamento buscando informar a população e combater as notícias falsas que insistem em se propagar sobre a doença. Segundo o presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe (Sindijor), Edmílson Brito, o atual momento do Brasil demostra a importância de um jornalismo forte e atuante. “Estamos provando, através da cobertura do coronavírus, que o jornalismo é importante para a sociedade e também para a democracia”, destaca.

Ainda segundo Britto, o papel dos jornalistas é fundamental, pois a categoria busca sempre a verdade para informar com responsabilidade. “É uma arma poderosa contra a disseminação de notícias falsas”, avalia. O integrante da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Lucas Rosário, também tem entendimento semelhante ao do presidente do Sindijor. “O jornalismo sério e competente é um dos pilares da República moderna e também das democracias contemporâneas”, destaca.

Rosário diz ainda que a atuação dos jornalistas é “vital” para o auxílio e orientação da população. “Neste caso em especial, a palavra que descreve o jornalismo é “vital”. Através da informação muitas vidas podem ser salvas”, enfatiza Lucas. Ainda segundo ele, uma sociedade com profissionais atuantes é certeza de comprometimento em buscar pelo zelo do interesse público. “Faz parte da profissão cobrar, exigir, apontar falhas e direcionar ações em torno do bem comum”, pontua.

Raquel Almeida,editora do Portal Infonet

Segundo a editora do Portal Infonet, Raquel Almeida, o trabalho desempenhado pelos jornalistas reforça a melhor contribuição que a categoria pode ofertar ao público neste momento: a informação. “Informar é uma tarefa da qual nos orgulhamos muito. Através desta ferramenta, conectamos a população aos cuidados essenciais que devem ser tomados neste momento difícil”. Ainda segundo Raquel, não existe jornalismo sem responsabilidade social. “O dever de nós, jornalistas, é buscar ser ponte para os interesses do público. Exigindo das autoridades competentes ações cada vez mais eficazes para garantir a proteção da população”, destaca.

“Nesta época em que a importância do jornalismo se põe em dúvida pelo Governo Federal, são meu colegas e equipe que estão todos os dias nas ruas buscando a veracidade dos fatos e arriscando sua saúde. As pessoas esquecem que o Jornalismo é um dos pilares da Democracia e que ela é estritamente necessária para a liberdade, por isso nossa profissão é essencial também neste momento. Parabenizo neste dia a todos os jornalistas que fazem a diferença diariamente!”, finaliza.

por João Paulo Schneider 

Comentários