Diretor da Agrotécnica é denunciado criminalmente pelo MPF/SE

0

Depois de mover uma ação por atos de improbidade administrativa, o Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) denunciou criminalmente o diretor geral da Escola Agrotécnica Federal de São Cristóvão, José Aelmo Gomes dos Santos. A denúncia é assinada pelo procurador da República em Sergipe Ruy Nestor Bastos Mello.

 

Para o MPF/SE, o diretor, na noite de 16 de dezembro do ano passado, teria submetido, a vexame e constrangimento, oito estudantes adultos que estavam sob sua guarda e quatro outros alunos adolescentes, que também se encontravam sob sua autoridade.

 

Naquela data, houve um incêndio na ala “C” da Escola Agrotécnica, o que levou o diretor a questionar os alunos quem seria o responsável pelo suposto ato de vandalismo. Considerando que nenhum dos alunos assumiu a culpa, José Aelmo julgou adequado expulsar sumariamente os estudantes alojados naquela ala.

 

Os estudantes foram levados de ônibus até Aracaju e deixados na Rodoviária Velha. Para o MPF, o diretor denunciado cometeu abuso de autoridade e crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. Por isso, foi pedida a condenação dele às penas fixadas em lei, que vão desde a prisão até dois anos, além da perda do cargo público.

 

Com informações do MPF/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais