Diretor do DER explica aumento de passagens

0

O diretor de Transportes do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), José Carlos Sivino, explicou hoje a causa do aumento das passagens suburbanas e interestaduais no Estado de Sergipe. Segundo ele, em 2004, foi concedida uma autorização de aumento de tarifas, mas as empresas não aplicaram a percentagem total às passagens, ou seja, apenas parte do aumento autorizado foi incorporado à passagem.

 

“O sindicato das empresas praticou um percentual menor do que o estipulado, apesar de ser concedida uma percentagem maior. A tarifa de 2004 não foi praticada cheia, por isso que cidades como Maruim, este ano, ficaram com elevações em torno de 46%”, explicou o diretor.

 

Conforme explicou Carlos, a decisão de não se aplicar tarifa cheia foi do Conselho Estadual de Transporte. À época, o órgão teria entendido que o aumento total não era possível. A dúvida é por que em 2005, foi autorizada a incorporação deste ano (7,77%) mais a que restou do ano passado.

 

“Não sei explicar porque, mas os fatores que incidem sobre o aumento tarifário são a elevação do preço do óleo diesel e a gratuidade oferecida a alguns segmentos da sociedade”, disse o diretor.

 

CONSEQÜÊNCIAS – Com a incorporação da percentagem de 2005 à de 2004, os valores das passagens para as cidades suburbanas ficaram da seguinte maneira: Itaporanga, R$ 2,90; Laranjeiras, R$ 2,10; e Riachuelo e Maruim, R$ 2,80. O transporte intermunicipal teve uma elevação em torno de 12%.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais